O presidente da Associação de Ciclismo da Beira Alta, Pedro Martins, manifestou hoje intenção de se candidatar à liderança da Federação Portuguesa de Ciclismo, que terá eleições este ano após os Jogos Olímpicos Paris2024.

Aos 41 anos, Pedro Martins assume a candidatura, em comunicado, após cinco anos a liderar os destinos da associação regional, procurando agora que a FPC se torne “uma referência nacional”.

Em cima da mesa, garante, estarão temas como “o reposicionamento do ciclismo enquanto modalidade desportiva de interesse público, o combate à precariedade e a valorização das carreiras de ciclistas profissionais, a valorização do calendário de competições e o equilíbrio entre as várias vertentes do ciclismo”.

“O reforço no apoio dado às associações regionais e seus clubes associados, para a criação de novos projetos e desenvolvimento de atividades, vitais para captação e formação de jovens atletas, é também uma das prioridades”, pode ler-se na nota de imprensa do pré-candidato, natural de Seia.

Martins é o segundo a manifestar interesse em liderar a federação, depois de o antigo ciclista Cândido Barbosa ter assumido, em declarações à agência Lusa, estar “a ponderar” uma candidatura.

As eleições para a presidência da FPC acontecem este ano, depois de Delmino Pereira ter sido eleito para um terceiro e último mandato em novembro de 2020.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.