A ciclista Raquel Queirós teve hoje uma má largada e acabou no nono lugar na prova de ‘cross country’ olímpico (XCO) do Campeonato da Europa de BTT, que se disputou na pista de Tamengos, em Anadia.

“A partida foi desastrosa. Não sei o que se passou, mas fiquei com a roda de trás presa. Depois tentei recuperar posições, mas na segunda volta senti-me mesmo mal. Pensei que já não conseguiria progredir, mas depois acreditei sempre até ao fim. Quero agradecer a toda a gente que esteve aqui a puxar por mim. Nunca senti tanto apoio em toda a minha vida”, desabafou Raquel Queirós.

A 27.ª classificada em Tóquio2020 perdeu várias posições e esteve longe dos lugares da frente na primeira parte da prova, acabando por progredir na segunda metade das seis voltas ao circuito, conseguindo ainda entrar no ‘top 10’, a cinco minutos da vencedora, a neerlandesa Puck Pieterse, que se isolou logo na primeira volta.

A ciclista dos Países Baixos terminou com 55 segundos de vantagem sobre a compatriota Fem Empel e com 1.35 minutos sobre a italiana Giada Specia, que completou o pódio.

Em sub-23, João Cruz foi 36.º, a 07.08 minutos do ouro enquanto Tomás Frazão, que caiu na fase inicial da corrida, terminou em 50.º, a duas voltas do italiano Simone Avondetto.

Na luta pelo título, o transalpino deixou o britânico Charlie Aldridge a 10 segundos e o suíço Janis Baumann a 21.

Terminados os Europeus de BTT, a Anadia recebe agora o campeonato da Europa de estrada sub-23 e sub-19, entre quinta-feira e o próximo domingo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.