O ciclista belga Remco Evenepoel, que no domingo sofreu uma queda violenta durante a Volta à Lombardia, foi hoje transportado para um hospital na Bélgica, anunciou a equipa Deceuninck-Quick Step em comunicado.

O jovem de 20 anos encontrava-se no hospital de Como após ter fraturado a pélvis e sofrido uma contusão no pulmão direito, após uma queda na descida do Sormano, a principal dificuldade de 'Il Lombardia', tendo caído de uma ponte após o embate.

O corredor está agora a recuperar no hospital de Herentals, esperando novos exames que vão determinar se será operado à fratura, mas o médico da equipa belga, Ivan Vanmol, garantiu desde já que um período mínimo de seis semanas de descanso será necessário para a recuperação.

"Remco nunca teve problemas em respirar, sempre conseguiu falar e nunca teve perdas de oxigénio. Este problema [nos pulmões] vai resolver-se numa semana ou duas e dá-lhe pouco desconforto", acrescentou.

A queda aparatosa do jovem de 20 anos foi um dos destaques da 114.ª edição de 'Il Lombardia', ganha pelo dinamarquês Jakob Fuglsang (Astana), acontecendo na descida do Sormano, numa ponte, tendo caído para o 'vazio', de uma altura de cerca de cinco metros.

O corredor da Deceuninck-QuickStep tinha vencido, até à Volta à Lombardia, todas as provas em que participou no ano de 2020: Volta a San Juan (Argentina), Volta ao Algarve (Portugal), Volta a Burgos (Espanha) e Volta à Polónia, esta última do escalão WorldTour, e apontava à Volta a Itália, que arranca em 03 de outubro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.