O ciclista português Rui Costa considerou hoje mais valiosas as vitórias em duas etapas na Volta a França do que um lugar no "top-10" na 100.ª edição da prova gaulesa.

«Apesar de ter perdido o ‘top-10’ aqui no Tour, acho que as vitórias nestas duas etapas são mais valiosas. Pronto! Para a 100.ª edição da Volta à França tenho o meu objetivo mais do que cumprido», disse o ciclista, após vencer a 19.ª etapa.

Em declarações ao seu sítio oficial, Rui Costa fala em «alegria» pelo triunfo, até porque «ganhar uma vez foi bem bom, mas duas, e ainda por cima na etapa mais dura do Tour, é excelente».

«Trabalhei muito para estar bem na Volta à Suíça e no Tour. Eu costumo dizer que, para quem trabalha sempre com honestidade e afinco, os resultados acabam por aparecer, mais cedo ou mais tarde. Hoje foi mais um dia conquistado, fruto desse meu trabalho e suor», referiu.

Sobre a etapa, Rui Costa considerou que teve «a sorte de entrar na fuga» e que depois «foi apenas gerir o esforço, testar os adversários».

«Saí na altura certa e a partir daí foi impor o meu ritmo até ao fim da contagem de montanha e descer com cautela até à meta. Por pouco não ia caindo, mas o meu anjo da guarda vinha a olhar por mim e correu tudo bem», afirmou.

Depois do triunfo final na Volta à Suíça e em duas etapas do Tour, Rui Costa diz que já pode afirmar «com todas as letras» que este já o seu «melhor ano de sempre».

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.