A Sabgal-Anicolor rescindiu com efeito imediato o contrato de Antwan Tolhoek, após o neerlandês ter sido hoje suspenso provisoriamente pela União Ciclista Internacional (UCI) por um positivo por esteroides anabolizantes, registado ainda antes de chegar à equipa portuguesa.

“No seguimento do sucedido, o Clube Desportivo Fullracing tomou a decisão de rescindir imediatamente o seu contrato e cancelar todas as funções do atleta neerlandês dentro do clube, a partir deste momento”, lê-se no comunicado enviado à agência Lusa.

Na nota, o Clube Desportivo Fullracing, na base da Sabgal-Anicolor, recorda que o controlo positivo de Tolhoek “foi realizado a 27 de novembro de 2023, quando o atleta neerlandês pertencia a outra equipa”, no caso a Lidl-Trek. O neerlandês apenas foi confirmado como reforço da estrutura de Águeda em 08 de dezembro.

“Apenas hoje foi comunicado ao Clube Desportivo Fullracing o resultado deste controlo adverso, referente à época de 2023. A inscrição do atleta na estrutura foi feita sem o clube ter conhecimento desta situação”, esclarece ainda o comunicado.

Antwan Tolhoek foi hoje suspenso provisoriamente pela UCI, devido a um positivo por esteroides anabolizantes, registado num controlo fora de competição, realizado em 27 de novembro.

Aos 29 anos, e depois de sete temporadas no WorldTour, o primeiro escalão do ciclismo mundial, o neerlandês procurava relançar a sua carreira em Portugal, após dois anos discretos no pelotão internacional, motivados por uma lesão que condicionou as suas prestações.

Depois de iniciar o seu percurso profissional como estagiário na extinta Tinkoff-Saxo, em 2015, Tolhoek assinou em 2017 pela LottoNL-Jumbo (a atual Visma-Lease a Bike), que chegou a suspendê-lo por dois meses no final desse ano, após este, tal como outros dois colegas, ter ingerido comprimidos para dormir num estágio, o que era contra as regras internas da equipa.

Em 2022, trocou a formação do seu país pela Trek-Segafredo (agora Lidl-Trek).

Conhecido pelas qualidades de trepador, participou em quatro grandes Voltas, nomeadamente no Tour2018, em que foi 37.º (e sexto melhor jovem), já depois de ter sido 28.º na Vuelta2017.

No seu percurso, no qual venceu uma etapa na Volta à Suíça de 2019, conta ainda com participações em provas emblemáticas do ciclismo mundial, como o Critério do Dauphiné, a Volta à Lombardia ou a Liège-Bastogne-Liège.

Tolhoek participou em apenas uma corrida com as cores da Sabgal-Anicolor, nomeadamente a Prova de Abertura, em 04 de fevereiro, em que foi 19.º classificado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.