Um dos diretores desportivos da Jumbo-Visma, equipa do camisola amarela Primoz Roglic, foi hoje excluído da Volta a França, por desacatos durante o controlo das bicicletas no final da etapa de quarta-feira.

Merijn Zeeman foi hoje sancionado pelo colégio de comissários do Tour por “intimidação, injúrias e comportamento incorreto” relativamente a um membro da União Ciclista Internacional durante o controlo de bicicletas, após o final da 17.ª etapa, no Col de la Loze.

O diretor desportivo da equipa holandesa terá de pagar igualmente uma multa de 1.860 euros.

O esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma) lidera a geral com 57 segundos de vantagem sobre o seu compatriota Tadej Pogacar (UAE Emirates) e 01.27 minutos sobre o colombiano Miguel Ángel López (Astana), que é terceiro.

A 107.ª Volta a França, que arrancou em 29 de agosto, termina no domingo, em Paris.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.