O ciclista neerlandês Mathieu van der Poel disse hoje que teve um comportamento “errado”, após se ter declarado culpado de agressão a duas adolescentes num hotel na Austrália, à margem dos Mundiais de estrada.

Segundo o ciclista da Alpecin-Deceuninck, devia “ter agido de outra forma” face às duas adolescentes, que o terão importunado no hotel onde estava instalado, tendo sido detido na noite de sábado, horas antes da prova de fundo dos Mundiais de Wollongong, que viria a abandonar.

Apesar de se ter declarado culpado, tendo pago uma multa de perto de mil euros, além da interdição de solo australiano, o corredor negou ter empurrado qualquer das jovens, ainda que admita ter agarrado o braço de uma delas.

"Dizem que empurrei uma das raparigas, mas isso não aconteceu. Agarrei numa delas pelo braço, mas não com a intenção de magoar. Todos os que me conhecem sabem que nunca fiz mal a ninguém", declarou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.