Luís Gomes (Rádio Popular-Boavista) garantiu hoje a vitória na classificação da montanha e Daniel Mestre (W52-FC Porto) nos pontos, no final da nona e penúltima etapa, a última em linha, desde que terminem a prova no domingo.

Ao todo, e antes do contrarrelógio que decide a classificação geral, Luís Gomes, vencedor da sétima etapa, amealhou 107 pontos, mais 60 do que Hugo Sancho (Miranda-Mortágua), segundo classificado.

Já Mestre, que triunfou na terceira etapa, conseguiu 91 pontos e também ficou longe do perseguidor, o norueguês August Jensen (Israel Cycling Academy).

Após a subida à Senhora da Graça, Luís Gomes mostrou-se “muito feliz” por conseguir “pontuar numa das montanhas mais importantes” do dia, que tinha três contagens de primeira categoria, e assegurar a classificação.

“Acho que é das melhores Voltas dos últimos anos para a equipa. Estamos de parabéns, foi excelente”, realçou o português, lembrando ainda as duas etapas vencidas e a presença de dois colegas, João Benta e David Rodrigues, no ‘top 10’.

Por seu lado, Daniel Mestre continua a ‘aguentar’ em prova, mesmo depois de os médicos o terem desaconselhado a partir para a oitava etapa, depois de uma queda que o deixou com uma costela partida.

A 81.ª Volta a Portugal em bicicleta termina no domingo com um contrarrelógio de 19,5 quilómetros entre Vila Nova de Gaia e Porto, com Jóni Brandão (Efapel), líder da geral, e João Rodrigues (W52-FC Porto), segundo, separados por centésimos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.