A Itália precisou, este sábado, de prolongamento no triunfo por 8-7 sobre a Rússia e tornou-se na primeira finalista do campeonato do Mundo de futebol de praia, que terá como adversário Portugal ou Japão.

Sob chuva contínua, os rivais tinham empatado 7-7 após os três períodos e precisaram de três minutos de tempo extra, decididos com penálti convertido por Zurlo.

Nos italianos, destacaram-se Ramacciotti e Gori, ambos com três golos, enquanto, nos russos, Marakov, Zemskov e Romanov 'bisaram'.

Nos ‘quartos’, a Itália tinha afastado a Suíça por 5-4, enquanto a Rússia venceu o Brasil por 4-3.

A Itália foi segunda em 2008, derrotada na final pelo Brasil por 5-3, terceira em 1996 e quarta em 1995, 2004 e nas duas últimas edições (2015 e 2017).

Portugal, que foi campeão em 2001 e 2015, vai ter pela frente o Japão, única seleção só com vitórias na prova e que tem como melhor resultado em Mundiais os quartos lugares de 2000 e 2005.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.