Deo nasceu no Brasil em 1982 e a sua vida tem sido feita a jogar futsal. Desde cedo, com apenas 19 anos, deu nas vistas ao serviço do Cervicá do Brasil e o Sporting decidiu trazê-lo para Portugal.

Quando se olha para Deo, salta à vista a sua baixa estatura (1,54m), mas isso é compensado em campo com muita entrega e qualidade técnica.

Chegado ao clube de Alvalade daí nunca mais saiu e é há nove longos anos que o “pequeno” jogador defende as cores leoninas. Tempo esse que fez o atleta aprender a gostar do nosso país e a tomá-lo um pouco como seu também. Esse facto reflecte-se na vontade de representar a selecção nacional de futsal do nosso país.

Em entrevista ao SAPO Desporto, Deo revelou esse sonho que anseia por concretizar: «Gostava de representar Portugal. Mesmo que neste momento recebesse um convite da selecção brasileira, eu escolheria Portugal».

Os anos que já leva no nosso país dão-lhe esse direito e tudo agora passa apenas pela resolução da burocracia necessária. «Sinceramente só falta dar entrada dos papéis. Posso tirar a nacionalidade portuguesa, só que ainda não recolhi todos os papéis. Estou lutando para isso», referiu o jogador.

Questionado pelo SAPO Desporto sobre essa vontade do atleta, Jorge Braz não fecha as portas ao ala do Sporting: «É convocável quem for competente, quem tiver essa condição é sempre passível de ser convocado». O seleccionador diz ainda não ter qualquer problema em trazer atletas naturalizados para o seio da selecção.

Em dia de Portugal – Brasil, Deo diz não ter dúvidas por quem vai torcer: «Estou a torcer por Portugal. Tenho vários colegas na selecção e também já vivo aqui há muito tempo. Aprendi a gostar deste país. Sem dúvida vou torcer para que Portugal ganhe».

O primeiro jogo particular Portugal – Brasil está marcado para esta terça-feira, em Coimbra, a partir das 19h30.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.