A eliminatória nas meias-finais do play-off do campeonato nacional de futsal foi a 'gota de água' numa temporada do Benfica que ficou muito aquém das expectativas.

As águias até começaram a época a conquistar a Supertaça, mas acabaram por perder a final da Taça da Liga, 'caiu' nos oitavos da Taça de Portugal, ficou em terceiro na Liga dos Campeões e, após a eliminação frente ao SC Braga ficou de fora das competições europeias na próximo ano.

Esta sucessão de resultados desapontantes levaram a uma onda de jogadores a reagir ao sucedido, garantindo que "há muito a refletir, muito a corrigir, e a melhorar, são anos e anos de desgostos e objetivos fracassados".

"Um assumir total da responsabilidade por parte desta secção, há muito a refletir, muito a corrigir, e a melhorar, são anos e anos de desgostos e objetivos fracassados. Obrigado a todas as pessoas que nos apoiam e mesmo no possível pior período de sempre da nossa modalidade nao deixam de encher pavilhões atrás de pavilhões. O Benfica são as pessoas, e as pessoas merecem mais, não há promessas, não há certezas, não há nada, há trabalhar e trabalhar em silêncio e esperar que uma nova oportunidade nos seja dada para lutarmos por este Grandioso clube, o Sport Lisboa e Benfica", pode-se ler na publicação de Afonso Silva na rede social 'Instagram'.

O autor do único golo encarnado na partida frente ao SC Braga, Carlos Monteiro também deixou uma longa mensagem nas suas redes sociais deixando também um "pedido de desculpas de todos os benfiquistas".

Jogadores de futsal do Benfica reagem à eliminação

"Termina assim mais uma época... Triste e desmotivado, não foi nada disto que eu idealizei quando assinei contrato com este enorme clube que não nos falha com absolutamente nada. A 1.ª coisa que me foi dita quando cheguei foi que tinha que servir o Benfica e não me servir do Benfica, palavras que até hoje não me esqueci e tento incutir dentro de campo, muitas das vezes tomando até decisões precipitadas metendo a minha saúde física em risco para jogar aquele jogo que era mais importante pq sentia que de alguma forma poderia ajudar...", começou por dizer no seu instastory.

"Não tenho dúvidas que ainda vou viver momentos muitos bons neste clube, baixar os braços e virar a cara a luta nunca vai ser sequer opção para mim. Sou um privilegiado em carregar este símbolo ao peito, e do que depender de mim vou sempre deixar a vida lá dentro. Um pedido de desculpas a todos os benfiquistas que nos acompanharam ao longo desta época difícil", completou.

Também Lúcio Rocha deixou um pedido de desculpas à família, aos companheiros, aos adeptos e ao Benfica. Por sua vez, Gonçalo Sobral deixou um agradecimento pelo apoio e afirmou saber o que "significa jogar com este símbolo ao peito e a responsabilidade que traz", deixando a certeza que deviam ter "feito muito melhor".