Pedro Costa revelou hoje, em conferência de imprensa, que ficou agrado pela resposta que a selecção portuguesa deu nestes dois jogos diante do Brasil: "Eu estava com algum receio no início quando estes jogos foram agendados porque não sabia até que ponto podíamos dar uma resposta tão positiva como a que demos hoje. Ontem tivemos um jogo muito bom na primeira parte, mas no segundo tempo baixámos muito o nosso nível de jogo. Hoje isso não aconteceu.Tivemos uma atitude, um querer e uma vontade que nos permitiu equilibrar o jogo com o Brasil do princípio ao fim."

Assim, o jogador do Benfica acredita que Portugal pode chegar longe no Europeu de futsal do próximo ano: "As nossas expectativas para o Europeu são altas. Se eu não tivesse a ambição de conquistar algo pela Selecção, podem ter a certeza que já não estaria aqui e daria o lugar a jogadores mais novos. Sinceramente, neste Europeu na Hungria temos muitas hipóteses de chegar longe".

O jogo de hoje ficou também marcado pela entrega a Pedro Costa da placa comemorativa das 100 internacionalizações. O jogador português estava orgulhoso pelo feito alcançado: "Hoje recebi a placa referente a isso e é uma marca que me deixa muito orgulhoso e que me traz, ao mesmo tempo, alguma responsabilidade porque fico a pertencer a um restrito grupo de jogadores que conseguiu atingir essa marca. Espero acrescentar mais uns jogos".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.