O selecionador nacional de futsal, Jorge Braz, destacou hoje o “empenho e o esforço enorme” dos jogadores no estágio, considerando que foi “muito positivo” voltar a assimilar os processos da equipa.

“Os jogadores tiveram um grande empenhamento e fizeram um esforço enorme para relembrar e, no fundo cativar, a nossa informação que fomos passando. Foi muito positivo e foi notório, já nas últimas unidades de treino, que, independentemente de alguma fadiga acumulada ao longo do estágio, o processo em si foi aparecendo e que foi sendo claramente identificado por eles”, analisou o técnico, citado pelo site da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

No último dia do estágio, que decorreu em Rio Maior, Jorge Braz teve à disposição os 16 atletas convocados, com vista à dupla jornada da fase qualificação para o Campeonato da Europa, marcada para janeiro e fevereiro.

Apesar da equipa das ‘quinas’ não ter disputado qualquer jogo de preparação, o selecionador gostou do compromisso e da exigência colocada pelos seus jogadores nos treinos.

“O compromisso emocional dos jogadores com o treino e com a exigência que colocámos no treino foi muito evidente. Esse compromisso que demonstraram traz aprendizagens mais fáceis em relação ao que nós queremos. Foi muito positivo ver isso ao longo das cinco unidades de treino”, observou.

Portugal tinha previsto no início de novembro dois jogos particulares com a Espanha, em Madrid, mas a evolução da pandemia da covid-19, com o aumento de casos, levou ao cancelamento dos compromissos.

Na qualificação para o Euro2022, Portugal tem como adversários no grupo oito a Polónia, a Noruega e a República Checa, tendo previsto o seu primeiro jogo em 29 de janeiro, diante dos noruegueses.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.