O treinador dos leões, Orlando Duarte, destacou a grande capacidade anímica da sua equipa para recuperar de uma desvantagem de dois golos (4-2) com apenas sessenta segundos para se jogar.

«Tivemos uma alma e um coração enorme para recuperarmos. Só uma equipa confiante e de qualidade superior conseguia isso. Nos penaltis foi a lotaria habitual, mas uns estão mais preparados do que outros», revelou o técnico.

Já o técnico do Benfica, Paulo Fernandes, lamentou a postura dos seus jogadores nos 54 segundos finais do prolongamento, que resultaram em dois golos do Sporting e deram origem ao empate.

«Na parte final faltou humildade ao Benfica. Nós estivemos mais preocupados em marcar golos do que a evitá-los, nessa altura, e a diferença esteve aí. Esta final fica marcada por esses 54 segundos (…) Não foi o Sporting que ganhou o jogo, foi o Benfica que o perdeu», referiu o treinador.

 Confira AQUI o resumo do encontro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.