Os golfistas profissionais portugueses Stephen Ferreira e Ricardo Melo Gouveia falharam sexta-feira o ‘cut’ do Dimension Data Pro-Am, torneio pontuável para o Challenge Tour, que está a decorrer no Fancourt Golf Estate, na África do Sul.

Ferreira, que havia iniciado a sua participação com 68 ‘shots’, quatro abaixo do Par 72, concluiu a segunda ronda com 76, quatro acima, depois de assinar ‘bogeys’ (uma acima) nos buracos 7, 11 e 13, ‘duplo bogey’ (duas acima) no ‘green’ do 6 e um ‘birdie’ (uma abaixo) no 10.

Com um agregado de 144 ‘shots’ (Par), o português, nascido no Zimbabué, falhou o ‘cut’, que ficou fixado em três pancadas abaixo do Par e apurou para as últimas duas voltas os 66 melhores golfistas do ‘leaderboard’, comandado pelo sueco Henric Sturrehed e os sul-africanos Wilco Nienaber e Jaco Ahlers, todos com 133 pancadas (-11).

Ricardo Melo Gouveia, após uma estreia com 73 pancadas (+1), registou hoje 70, duas abaixo do Par do campo, mas não foi o suficiente para se manter em prova.

“Joguei bem e meti mais ‘putts’ do que ontem [quinta-feira], mas, infelizmente, cometi dois erros seguidos que me custaram caro”, contou o profissional, à Lusa, referindo-se ao ‘duplo bogey’ no buraco 14 e ao ‘bogey’ no ‘green’ do 15, após ter assinado cinco ‘birdies’ (nos buracos 3, 5, 10, 11 e 12).

Melo Gouveia somou, assim, 143 pancadas (-1) e despediu-se do terceiro torneio do ‘swing’ sul-africano do Challenge Tour, empatado, na 87.ª posição, falhando a qualificação para os últimos 36 buracos por dois ‘shots’.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.