Os golfistas portugueses Ricardo Melo Gouveia, Tomás Gouveia e Miguel Gaspar falharam hoje a qualificação para as últimas duas voltas do Challenge de Espanha, no traçado do Iberostar Real Club de Golf Novo Sancti Petri, em Cádis.

Ricardo Melo Gouveia, membro do Challenge Tour, foi o que terminou melhor classificado, ao totalizar 145 pancadas (71+74), uma acima do Par 72, e integrar a 106.ª posição, empatado, mas foi o seu irmão Tomás quem melhor jogou hoje.

Tomás Gouveia, de 26 anos, juntou à ronda inicial de 77 ‘shots’, cinco acima, um segundo cartão com 69 pancadas, três abaixo, mas chegou a estar oito abaixo do Par do campo ao fim de 12 buracos, num dia em que o ‘cut’ ficou nas quatro abaixo.

Apesar de ter arrancado com um ‘bogey’ (uma acima) no primeiro ‘green’, o jovem profissional estava a protagonizar uma exibição de alto nível com ‘birdies’ (uma abaixo) nos buracos 4, 6, 8, 9 e 12 e dois ‘eagles’ (duas abaixo) no 2 e 11, antes de assinar ‘bogey’ no 13, 16 e 17 e um ‘duplo-bogey’ (duas acima) no 14.

Na sequência da reta final infeliz, Tomás Gouveia totalizou 125 pancadas (+2) e acabou no grupo dos 125.ºs colocados, entre os 155 jogadores que iniciaram a prova, enquanto Miguel Gaspar terminou no 149.º lugar (78+78) do ‘leaderboard’, liderado à partida para a terceira ronda pelo espanhol Lucas Vacarisas e o australiano Blake Windred, ambos com 133 ‘shots’ (-11).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.