A Juventude de Viana, vice-campão nacional, entrou no pavilhão da Luz sem grande ímpeto e pouco acutilante. Aproveitou o Benfica que contou com a inspiração de Ricardo Pereira e Ricardo Oliveira (dois golos cada) para ultrapassar este difícil obstáculo.

José Querido, treinador dos minhotos, lamentou o desfecho do encontro, salientando que “houve problemas de organização”.

Já o técnico encarnado, Luís Sénica, considerou que o Benfica “conseguiu tornear a estratégia da Juventude de Viana”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.