No domingo começam os jogos dos grupos B e D e o pavilhão Welwischia Mirabils, na cidade do Namibe e construído de raíz para o Mundial de hóquei em patins, já está pronto.

Victor Cunha, membro da organização, revelou que a província do Namibe foi escolhida para a realização do evento «porque reúne todas as condições necessárias, tem grande tradição no hóquei e também de forma a descentralizar os serviços de Luanda».

Acrescentou ainda que os bilhetes do primeiro jogo estão esgotados e foram vendidos em tempo recorde, dois dias, sendo que os ingressos da última disputa terminaram na semana passada.

Quanto ao título de campeão do mundo, Víctor Cunha acrescenta que: «Angola vai ganhar o campeonato, os angolanos jogaram muito bem [contra a África do Sul] e o melhor jogador em campo foi o capitão de equipa [João Vieira]». Angola venceu a África do Sul, este sábado, por 7-1.

«Nesse momento as equipas todas estão a caminho para o Namibe e assim que chegarem vão fazer uma visita para o devido reconhecimento do pavilhão. Para isso as delegações locais estão todas preparadas para a chegada dos mesmo», informou a organização.

O pavilhão que tem capacidade para acolher mais de três mil espetadores está totalmente preparado e apresenta todas as condições para albergar a competição, que é a primeira a ser disputada em África.

O primeiro jogo será Estados Unidos-Colômbia às 15h00.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.