O festival anual de corridas de búfalos em água que se realiza na Tailândia começou esta quinta-feira apesar das restrições nas viagens devido ao coronavirus ter deixado o evento com uma fração das habituais multidões de turistas.

Os bovinos eram usados como animais de tração nas fazendas por todo o reino até serem quase todos substituídos por tratores e maquinaria moderna há algumas décadas.

Contudo os agricultores na província de Chonburi, perto de Banguecoque mantiveram a tradicional corrida como forma de marcar o inicio da época anual de plantação do arroz e o fim da Quaresma Budista.

Os búfalos premiados juntam-se a carros alegóricos decorados com as místicas serpentes naga, enquanto dançarinos vestidos com os tradicionais fatos doirados marcham na parada antes do inicio da competição.

Os animais correm numa pista de 100 metros com jockeys a tentarem manter o equilíbrio na traseira do animal antes de saltarem na linha de meta.

O percurso é normalmente feito em lama até às canelas, mas este ano estava completamente seco depois de uma onda de calor e os bombeiros estavam prontos para refrescar os competidores de quatro patas.

O festival deste ano terminou com um "concurso de beleza" mas escolher o búfalo mais atraente.

"Eles estavam tão bem decorados com fatos e flores que demorei um pouco a perceber que eram búfalos", disse Robert Owen, um imigrante do Reino Unido à Agence France-Presse.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.