O Comité Olímpico Internacional (COI) anunciou hoje ter sancionado mais 11 atletas russos, entre eles o vice-campeão olímpico de luge, Albert Demchemko, envolvidos na investigação aberta pela Comissão Oswald.

As onze sanções de hoje, que consideraram culpados os atletas por terem quebrado as regras antidopagem dos Jogos de Inverno de Sochi2014, aplicaram-se aos patinadores Ivan Skobrev e Artem Kuznetsov, a Tatyana Ivanova e Albert Demchemko, ambos vice-campeões olímpicos de luge em 2014, aos esquiadores Nikita Kryukov, Alexander Bessmertnnykf e Natalia Matveeva, a Liudmilia Udobkina e Maxim Belugni, do bobsleigh, e a Tatiana Burina e Anna Shchukina, jogadoras de hóquei no gelo.

Todos foram desclassificados das provas em que competiram em Sochi e estão agora impedidos de participar em futuras edições dos Jogos Olímpicos, o que inclui os Jogos de PyeongChang2018.

Ao todo, já foram implicados 43 atletas no escândalo de doping no desporto russo, desencadeado pelo relatório McLaren, e as audiências prosseguem, pelo que a Comissão de Disciplina do COI não descarta a abertura de novos processos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.