As competições internacionais de esgrima só serão retomadas em 2021, devido à situação de saúde ligada à pandemia de covid-19, anunciou hoje a federação internacional da modalidade (FIE).

Em carta enviada às federações nacionais, a FIE explicou que os regulamentos sanitários diferem muito de país para país, no que toca a restrições de viagens e períodos de quarentena, o que torna difícil a circulação dos atletas.

O comité executivo da FIE decidiu, por isso, adiar a data da retoma das competições para janeiro de 2021, nomeadamente no que diz respeito às etapas da Taça do Mundo e às provas do Grand Prix.

O processo de qualificação para os Jogos Olímpicos Tóquio2020, adiados para 2021 devido à pandemia de covid-19, está quase concluído, faltando apenas disputar cinco eventos, além dos torneios de qualificação continental.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 971.677 mortos e mais de 31,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.