Os golfistas portugueses Pedro Figueiredo e Ricardo Santos iniciaram hoje com uma exibição discreta o ISPS Handa World Invitational presented by Modest! Golf Management, que está a decorrer nos traçados do Galgorm Castle GC e do Massereene GC.

Os dois representantes nacionais jogaram a primeira volta no Galgorm Castle GC (Par 70), na Irlanda do Norte, mas Figueiredo lidou melhor com as dificuldades do percurso e com as condições climatéricas adversas, ao cumprir o Par do campo.

“Hoje de manhã estava bastante vento e chuva, portanto as condições estavam difíceis, tanto que o melhor resultado foi menos quatro. À tarde a chuva e o vento pararam, de maneira que os resultados baixaram, mas, tendo em conta as condições que encontrei, joguei bem. Estive bastante regular em todas as áreas do jogo, nada de extraordinário, mas bastante consistente do ‘tee’ ao ‘green’ e bem nos ‘putts’”, contou, em declarações à Lusa.

Enquanto o jogador de Azeitão assinou um par de ‘birdies’ (uma abaixo) nos buracos 4 e 7 e outros tantos ‘bogeys’ (uma acima) no 1 e 9 para se colocar na 59.ª posição, Ricardo Santos esteve “mal no ‘putt’” e acabou os 18 buracos com 73 pancadas, três acima, e no 114.º lugar.

“Comecei no ‘tee’ do 10 e joguei muito bem os primeiros 11 buracos, mas não consegui aproveitar as várias oportunidades para ‘birdie’. Depois falhei o ‘tee shot’ no buraco 12, onde fiz ‘duplo bogey’, e a saída no 13 para novo ‘bogey’. Logo a seguir fiz dois ‘birdies’ seguidos, em buracos muito difíceis, mas no 17 tinha a bola a cinco metros da bandeira para ‘birdie’ e acabei com três ‘putts’, antes de mais um ‘bogey’ a fechar”, relatou Santos, à Lusa.

Com três ‘birdies’, quatro ‘bogeys’ e um ‘duplo bogey’ (duas acima), o profissional algarvio defende que o resultado “não transparece nada” o seu nível de jogo “num campo difícil” e num dia em que apanhou “muita chuva e vento”.

O líder do torneio irlandês, pontuável para o European Tour, é o inglês Jordan Smith, que completou a ronda inaugural ao Galgorm Castle GC com 62 ‘shots’, após ter registado oito ‘birdies’ e alcançar uma vantagem de duas pancadas sobre os segundos classificados, o alemão Matthias Schmid e o escocês David Drysdale.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto