A "organização de excelência" conjugada com "os melhores resultados de sempre da canoagem em mundiais" deixaram o presidente da federação "encantado" com o que viveu os últimos quatro dias em Montemor-o-Velho.

"É o final perfeito. Fechar com chave de ouro depois da cereja em cima do bolo: Organizar o melhor Campeonato do Mundo de sempre - é o feedback da federação internacional - e juntar a melhor participação de sempre com dois ouros no campeonato do Mundo", regozijou-se.

Em declarações à agência Lusa, o dirigente falava após a segunda medalha de ouro conquistada por Fernando Pimenta, revalidando o título de K1 5000, depois do inédito ouro em K1 1000 alcançado no sábado.

"Com dois ouros num campeonato do Mundo conquistados por um atleta de eleição e com espaço na galeria dos notáveis portugueses, estes mundiais foram em tudo memoráveis. Vivemos momentos de excelência em Montemor-o-Velho. A todos níveis sou um presidente orgulhoso e feliz", assumiu, agradecendo aos colaboradores, staff e voluntários "que tornaram possível" este sucesso.

Vítor Félix lembra que a canoagem "é claramente a modalidade que nos últimos anos tem dado mais títulos ao desporto português" e agora.

Quanto a Fernando Pimenta, "só falta mesmo a medalha dourada nos Jogos Olímpicos".

"Continuamos a trabalhar para isso. Em 2019 é o apuramento olímpico. Na federação vamos proporcionar as melhores condições para que possam treinar e alcançar os seus objetivos", prometeu.

O dirigente assume que agora tem "apenas umas horas para celebrar, uma vez que segunda-feira as atenções da federação estão focadas em organizar na Vila do Prado os melhores mundiais de maratonas da história", de 06 a 09 de setembro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.