O presidente do Comité Olímpico Internacional do Japão, Tsunekazu Takeda, investigado em França sobre a alegada compra de votos no processo de candidatura de Tóquio aos Jogos Olímpicos de 2020 anunciou que abandona o cargo em junho.

Takeda, 71 anos, transmitiu hoje a decisão durante um encontro do Comité Olímpico, uma semana depois das primeiras notícias que antecipavam que o responsável tencionava abandonar o cargo que ocupa desde 2001.

Anteriormente, Takeda tinha pedido informações sobre a possível reeleição no mês de junho mas hoje acabou por comunicar que vai abandonar funções no final do mandato que termina no mês de junho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.