O golfista português Ricardo Melo Gouveia mostrou-se hoje satisfeito com a exibição no Dutch Open, torneio do DP World Tour, e a liderança ao final da segunda volta ao Bernardus Golf com 134 pancadas, 10 abaixo do Par.

“Joguei muito sólido desde início, meti alguns bons ‘putts’, penso que esse foi o segredo, e mantive-me em jogo. Mesmo quando falhei alguns ‘shots’, consegui recuperar bem”, explicou o profissional da Quinta do Lago.

Melo Gouveia, de 30 anos, juntou ao 68 inaugural um segundo cartão com 66 pancadas, num dia com vento, e assumiu o comando da prova com a vantagem mínima sobre o chinês Haotong Li, que contabiliza 135 ‘shots’ (72+63).

“Normalmente, jogo bem quando está vento, o meu jogo adapta-se bem, portanto até agora está a correr tudo bem. Temos de colocar a bola no sítio certo desde o ‘tee’ e isso dá algumas oportunidades. Fiz alguns ‘birdies’ até agora e isso mostra que ‘patei’ bem nos últimos dois dias e espero que continue assim no fim de semana”, comentou.

Ricardo Melo Gouveia, que hoje assinou seis ‘birdies’ (uma abaixo) nos buracos 4, 6, 7, 8, 16 e 18, um ‘eagle’ (duas abaixo) no 12 e dois ‘bogeys’ (uma acima) no 5 e 11, vai jogar a terceira volta na companhia de Haotong Li, segundo classificado à frente do polaco Adrian Meronk e do inglês Matt Wallace, ambos na terceira posição.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.