O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) ratificou hoje as desclassificações do uzbeque Artur Taimazov, que tinha sido campeão olímpico de lute livre na categoria 120kg em Pequim2008, e da russa Tatyana Chernova, que tinha conquistado o bronze no heptatlo.

O TAS rejeitou o recurso de ambos os atletas, que foram desapossados das suas medalhas pelo Comité de Disciplina do Comité Olímpico Internacional (COI), na sequência dos resultados positivos por doping registados na reanálise das amostras de Pequim2008.

Taimazov, o mais laureado atleta olímpico na história do Uzbequistão, acusou turinabol e stanozolol nos Jogos Olímpicos da capital chinesa, pelo que foi desclassificado da prova de luta livre masculina, na categoria 120kg, na qual ganhou o ouro.

Desta forma, o título olímpico é ‘herdado’ pelo russo Bajtiyar Ajmedov, com a prata a ser atribuída ao eslovaco David Musulbes. O cazaque Marid Mutalimov e o cubano Disney Rodríguez ficam com as medalhas de bronze.

Já Tatyana Chernova, que também acusou turinabol, fica sem o bronze conquistado no heptatlo feminino em Pequim2008.

A atleta russa tinha chegado ao bronze depois de desclassificação, também por dopagem, da ucraniana Lyudmila Blonska, originalmente medalha de prata.

O novo pódio do heptatlo feminino de Pequim2008 é composto pela ucraniana Nataliya Dobrynska, que se sagrou campeã olímpica na pista, a norte-americana Hyleas Fountain, dona da prata, e britânica Kelly Sotherton, nova medalhada de bronze.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.