O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu hoje o Grande Prémio da Grã-Bretanha em Formula 1, numa corrida que ficou decidida na ‘dança’ das boxes, que acabou dar à Mercedes a sexta ‘dobradinha’ da época.

O britânico precisou de 1:31.27,729 horas para cumprir as 52 voltas ao circuito de Silverstone, menos 10,9 segundos do que o companheiro de equipa, o alemão Nico Rosberg, enquanto o alemão Sebastian Vettel (Ferrari) foi terceiro a 25,4.

Naquela que foi a sua quinta vitória em nove provas disputados esta temporada, Hamilton estabeleceu um novo recorde, ao liderar, pelo menos por um volta, todos os últimos 18 Grandes Prémios, ultrapassando a marca de 17 de Jackie Stewart, entre 1968 e 1970.

Saídos dos dois primeiros lugares da grelha, os Mercedes logo foram surpreendidos pelos dois Williams, que após um arranque ‘vertiginoso’ chegaram à liderança da prova, com o brasileiro Felipe Massa em primeiro e o finlandês Valtteri Bottas no segundo posto.

Sempre seguidos de perto pelos Mercedes, os dois Williams lideraram a prova até à primeira entrada nas boxes, acabando ‘ultrapassados’ pela tática da equipa alemã. Hamilton arriscou e decidiu antecipar a entrada nas boxes, quer na metade da corrida, quer quando foi necessário trocar os pneus ‘slicks’ para os intermédios, devido à chuva que acompanhou a parte final da corrida.

Por outro lado, a equipa britânica pagou caro a má gestão das duas entradas na box, o que acabou por retirar a dupla da Williams do pódio. Quem aproveitou da melhor forma estes erros foi o alemão Sebastian Vettel (Ferrari), que conseguiu transformar uma corrida que tinha como ‘perdida’ numa subida ao pódio muito celebrada.

Com a chuva a aparecer em força, as últimas voltas da corrida acabaram por ser um passeio de consagração para a terceira vitória em Silverstone de Hamilton, que terminou a prova com 10,9 segundos de vantagem para Rosberg e 25,4 sobre Vettel.

Em destaque na acidentada prova britânica, que contabilizou sete abandonos, esteve o espanhol Fernando Alonso, que na última parte da prova conseguiu segurar o décimo posto da tabela, conseguindo assim o primeiro ponto da temporada.

Nas contas do campeonato, Hamilton voltou a distanciar-se do companheiro de equipa Nico Rosberg, somando agora 194 pontos, mais 17 do que o alemão e 59 do que Vettel.

A próxima prova do Mundial, a 10.ª, corre-se no circuito de Hungaroring, na Hungria, no fim de semana de 25 e 26 de julho.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.