O português António Félix da Costa (DS Techeetah) desistiu hoje na segunda de duas corridas de Fórmula E que decorreram em Londres este fim de semana, após toque de um adversário, e baixou ao quinto lugar do Mundial.

O piloto de Cascais partiu da 22.ª posição, mas, à oitava volta, já tinha recuperado 10 lugares.

No entanto, um toque do alemão André Lotterer (Porsche), quando o português tentava a ultrapassagem por dentro, obrigou à desistência de Félix da Costa.

“Não vale a pena estar sempre a falar e queixar-me da regra da qualificação da Fórmula E, que tanto me tem prejudicado. Ontem (sábado) lutei ao máximo para recuperar até oitavo, e hoje penso que poderia ter acabado em sexto ou sétimo, mas, infelizmente, o Lotterer destruiu a minha corrida. Pouco a dizer, resta-nos levantar a cabeça e ir para Berlim na máxima força”, explicou o piloto da DS, citado pelo comunicado da equipa.

O britânico Alex Lynn (Mahindra) venceu esta 13.ª ronda, batendo o holandês Nick de Vries (Mercedes) por 0,599 segundos e o neozelandês Micth Evans (Jaguar), que foi terceiro, por 6,257.

Com estes resultados, Félix da Costa baixou de segundo para quinto, a 15 pontos do novo comandante, Nick de Vries.

O piloto luso parte agora para a derradeira jornada dupla, em Berlim, com o objetivo de revalidar o título.

“Não faz parte de mim desistir e continuo a acreditar que é possível trazer este título mundial para Portugal. Vamos lutar com todas as nossas forças e armas para o conseguir”, prometeu.

A ronda final disputa-se em 14 e 15 de agosto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto