António Félix da Costa assinou contrato com a DS, equipa de Fórmula E que venceu as últimas duas edições do campeonato, divulgou hoje a assessoria de imprensa do piloto.

"O acordo entre a DS Techeetah, atual campeã de pilotos e equipas do campeonato mundial de monolugares elétricos, e Félix da Costa foi alcançado depois da desvinculação do piloto luso com a BMW", lê-se no comunicado.

Para o piloto de Cascais, ter a possibilidade de se juntar à equipa campeã mundial "de uma categoria tão competitiva e importante como a Fórmula E é perfeito".

"Além disso, a abordagem da DS Techeetah à competição é muito parecida à minha forma de pensar; totalmente aguerrida e focada nas vitórias. Nesta fase da minha carreira, estou 100% focado em ganhar. Portanto, este é o melhor rumo para a minha carreira", vincou Félix da Costa.

Este acordo surge depois de vários anos de Félix da Costa na BMW, que incluiu uma passagem pelo campeonato alemão de carros de turismo (DTM).

"Não escondo que foi difícil despedir-me da BMW, onde estava integrado há seis anos, mas por vezes na vida para alcançarmos o sucesso, temos de sair da nossa zona de conforto e procurar novos desafios. É uma grande oportunidade para mim de forma a puder lutar pelo título da Fórmula E. Estou ansioso por me juntar à equipa e ao [suíço] Jean Eric Vergne e começar a trabalhar na preparação para a nova época da Fórmula E", concluiu o piloto.

O novo colega de equipa do português já deu publicamente "as boas vindas ao António", enquanto o britânico Mark Preston, diretor da equipa, sublinhou que "é fantástico" ter o português na equipa.

"Ele ficou sempre amigo de todos na nossa equipa estes anos em que esteve fora e estamos muito entusiasmados pelo seu regresso, agora com as cores preto e dourado da DS Techeetah. Ele vai ser certamente uma grande adição na equipa e estamos desejosos de ver o que ele e o Jean Eric vão fazer na temporada que aí vem", concluiu.

A próxima temporada do campeonato de Fórmula E arranca com uma jornada dupla na Arábia Saudita, em Riade, nos dias 22 e 23 de novembro e termina em Londres, no Reino Unido, com outra jornada dupla, a 25 e 26 de julho de 2020.

Ao todo, o calendário inclui 14 corridas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.