O diretor-geral da Ferrari, Louis Camilleri reiterou hoje a confiança na equipa e assegurou que a escuderia italiana, que compete no Mundial de Fórmula 1, vai enfrentar os seus problemas “sem chorar”.

Em declarações partilhadas nas redes sociais, Camilleri elogiou o “talento e determinação” do monegasco Charles Leclerc, no Grande Prémio da Áustria, prova inaugural do Mundial de Fórmula 1, na qual foi segundo, e manifestou-se preocupado com os problemas que afetaram o alemão Sebastian Vettel, que foi 10.º.

“Não pode estar ao seu melhor nível, porque estava com problemas no equilíbrio do carro”, afirmou.

Louis Camilleri reconhece que “há muito trabalho para fazer, porque esta não é a posição que queremos como equipa, por isso é preciso responder de imediato”.

“É claro que temos de melhorar em várias frentes, e a única solução é reagir e estou satisfeito com a reação imediata da equipa liderada por Mattia Binotto. Não se trata apenas de levar para a pista o que estava programado, mas sim de acelerar o programa de desenvolvimento para as próximas provas”, refere.

Louis Camilleri pediu à sua equipa “que se mantenha unida, e que enfrente os problemas de frente, sem chorar”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.