O britânico Lewis Hamilton (Mercedes), campeão mundial de Fórmula 1 e líder do campeonato de 2015, conquistou hoje a sétima ‘pole position’ da temporada, em oito provas, na qualificação para o Grande Prémio da Áustria.

Hamilton, de 30 anos, completou a melhor volta ao circuito de Spielberg em 1.08,455 minutos (média de 227,501 km/hora), numa sessão marcada pela chuva, o que lhe permitiu alcançar a 45.ª ‘pole’ da carreira, igualando o registo do alemão Sebastian Vettel.

O tetracampeão mundial, ao volante de Ferrari, foi o terceiro mais rápido e o último a rodar em 1.08 minutos (1.08,810), atrás do compatriota Nico Rosberg, que gastou mais 200 milésimos do que o colega de equipa na Mercedes (1.08,655).

Hamilton e Vettel apenas têm menos ‘poles’ do que o falecido brasileiro Ayrton Senna, tricampeão mundial, e do que o alemão Michael Schumacher, heptacampeão do mundo, que arrancaram da primeira posição da grelha de partida por 65 e 68 vezes, respetivamente.

“A qualificação foi muito difícil com a condição em que a pista estava”, observou Hamilton, que se tornou o primeiro britânico a partir da primeira posição na Áustria desde que James Hunt cometeu idêntica proeza em 1976, a caminho do seu título mundial.

Para a Mercedes, foi a 19.ª ‘pole position’ consecutiva, o que dá nota da superioridade do monolugar germânico relativamente à concorrência, apesar de Hamilton ter advertido que “a Ferrari demonstrou estar muito rápida” e que “todos os segundos contarão” na corrida de domingo.

O brasileiro Felipe Massa, ao volante de um Williams, foi o quarto mais rápido, com 1.09,192 minutos, à frente do alemão Nico Hulkenberg (Force India) e do finlandês Valtteri Bottas (Williams).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.