O português Miguel Oliveira (KTM) parte no domingo do 18.º lugar da grelha para o Grande Prémio de Aragão de MotoGP, 13.ª prova da Mundial de motociclismo de velocidade, depois de hoje ter protagonizado uma qualificação modesta.

O francês Johan Zarco (Ducati) e o sul-africano Brad Binder (KTM) foram os dois pilotos apurados para a derradeira fase da qualificação, dominada pela Ducati.

O italiano Francesco Bagnaia pulverizou o recorde do circuito, com o tempo de 1.46,322 minutos, à média de 171,9 quilómetros por hora, conquistando a 50.ª ‘pole position’ para a Ducati.

O australiano Jack Miller (Ducati) foi segundo, a 0,366 segundos do mais rápido, com o francês Fábio Quartaro (Yamaha) em terceiro, a 0,397 segundos.

No final, Miguel Oliveira manifestou-se “surpreendido” com uma “vibração estranha” sentida na sua mota.

“Foi uma qualificação um pouco estranha depois das boas sensações nos quartos treinos livres. Encontrámos algumas dificuldades com os pneus novos e uma vibração estranha, que ainda não percebemos se vem dos pneus ou da mota”, frisou.

Ainda assim, Miguel Oliveira disse acreditar “que ainda será possível” fazer muitos pontos na corrida de domingo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.