O piloto espanhol Alex Márquez (Honra) disse hoje estar "ansioso que chegue" o Grande Prémio de Portugal de MotoGP, após sentir a mão esquerda "cada vez mais forte" na sequência de uma queda em Valência.

O espanhol caiu na qualificação para a 13.ª e penúltima prova do Mundial de motociclismo de velocidade de 2020, naquela cidade espanhola, mas disse hoje que, "depois de uns dias de descanso e recuperação", está "melhor".

"Portimão é um circuito novo para quase todos [os pilotos], pelo que será interessante ver como nos adaptamos e aprendemos. É um circuito muito físico, com muitas curvas cegas, e creio que será muito emocionante. Estou ansioso que chegue", explicou, citado pela equipa.

A uma prova do fim do Mundial de 2020, Márquez ocupa o 14.º lugar na classificação dos pilotos, com 67 pontos, muito distante de Miguel Oliveira, 10.º classificado, com 100, e já vencedor de uma prova, o Grande Prémio da Estíria, na Áustria.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.