O piloto belga Thierry Neuville (Hyundai) subiu hoje à liderança do Rali da Austrália, beneficiando da desistência do norueguês Andreas Mikkelsen (Hyundai) durante a segunda etapa da 13.ª e última prova do Mundial.

Após o abandono de Mikkelsen, devido a dois acidentes na segunda de oito especiais do dia, Neuville assumiu a liderança e terminou a segunda etapa com 20,1 segundos de avanço sobre o finlandês Jari-Matti Latvala (Toyota).

O belga ficou assim mais próximo de garantir a segunda posição no Mundial de ralis, uma vez que o estónio Otto Tanak (Ford), que o podia ultrapassar, está na terceira posição, a 40,6 segundos.

O francês Sébastien Ogier (Ford), já coroado pentacampeão mundial, ocupa o sexto lugar, a 1.48,2 minutos de Neuville.

No domingo, correm-se cinco especiais cronometradas, num total de 64,64 quilómetros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.