O brasileiro Cristian Stroczynski (Toyota Hilux) venceu hoje a 32ª Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, que se disputou em Reguengos de Monsaraz, em Évora, batendo o português Alejandro Martins (Mini John Cooper Works) por apenas 10 segundos.

O português Miguel Barbosa (Toyota Hilux) era o líder após o primeiro setor da manhã, com 21 segundos a separarem os três primeiros.

Cristian Stroczynski, que tinha furado, conseguiu recuperar e chegar à vitória enquanto Miguel Barbosa descia à quarta posição, também devido a um furo, atrás ainda de Marcos Stroczynski (Toyota Hilux).

Pior sorte teve Hélder Oliveira (Ford Ranger) que, para além de um furo, sofreu com um macaco avariado, baixando a um inglório 13.º lugar.

"A corrida foi espetacular, mas foi muito difícil para mim, porque não estou habituado a terrenos com tanta pedra. A região é muito bonita e foi sensacional. Para mim, foi um sonho realizado andar aqui em Portugal e, quem sabe se para o ano que vem, possa estar cá mais vezes", disse o vencedor.

Já Alejandro Martins, primeiro entre os pilotos do campeonato português, considerou que a prova deixou "um sabor agridoce".

"Depois de ter ganho a corrida para o campeonato nacional, acabei por perder para o Cristian por 10 segundos. Foi uma corrida bastante competitiva do princípio ao fim. Todas as etapas eram novas e foi uma corrida inovadora e interessante. Aliás, há muito tempo que não via uma prova assim. Penso que foi bom para todos e estou muito satisfeito por ter participado", frisou.

Com estes resultados, Miguel Barbosa assumiu a liderança do campeonato.

"Foi uma prova bastante dura e com troços curtos. Todos pensávamos que iria ser uma competição relativamente fácil pela extensão dos troços, mas não foi isso que aconteceu. Este não é o resultado que gostaríamos para esta prova, mas é o resultado possível. Estamos na liderança do campeonato e, como é obvio, estou bastante satisfeito por isso", concluiu.

Nas motas, a vitória coube a António Maio, numa Yamaha 450, enquanto Luís Engeitado (Yamaha) ganhou entre as moto4 e nos SSV o mais rápido foi Luís Cidade (Can-Am).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.