A nadadora de águas livres Mayra Santos cumpriu hoje a dupla volta a Manhattan, cerca de 100 quilómetros, em 20 horas, menos quatro do que estava inicialmente previsto.

A nadadora brasileira realizou nos Estados Unidos o primeiro desafio em águas internacionais, com o objetivo de elevar não só o seu país de origem, mas também Portugal, em especial a Ilha da Madeira, onde reside há 18 anos.

A prova consistiu em circundar, por duas vezes, Manhattan, passando por debaixo das 20 pontes que se encontram em redor da ilha americana. A previsão passava por terminar o trajeto em 24 horas, mas a atleta natural de Minas Gerais acabou em 20.

“Foi tão bom termos conquistado isto, porque precisamos de trazer visibilidade para a Madeira e para este desporto que quase ninguém se lembra”, disse a atleta, de 42 anos, minutos após terminar a desafiante prova, nas suas redes sociais.

A agente imobiliária de profissão mostrou-se muito feliz pela “saída muito forte”, tendo realizado no arranque uma hora a menos do estimado, admitindo ainda que a primeira volta decorreu de forma tranquila, e que a água se encontrava a uma temperatura agradável, o que não aconteceu na segunda passagem, de noite, devido à força das correntes, em especial no rio Hudson.

“A segunda volta foi muito difícil, nunca senti correntes tão fortes. Tive de parar algumas vezes por causa de mudanças de corrente, eram duas braçadas para a frente, três para trás”, revelou Mayra Santos, mostrando orgulhosamente o casaco que envergava, que tinha nas mangas a bandeira do Brasil e a da Região Autónoma da Madeira.

Nenhum português ou brasileiro tinha cumprido, até então, as duas voltas, tendo apenas o nadador luso Miguel Arrobas realizado uma volta em 2011, em sete horas e 46 minutos.

A nadadora voltou a escrever o seu nome na história, juntando aos dois recordes mundiais de natação estática - feminino (24:00 horas), e masculino (30:00 horas) –, cumprido em 06 de novembro de 2020.

Mayra Santos tornou-se ainda na primeira mulher a concluir uma travessia numa só etapa num rio em Portugal, ao percorrer em junho 45 quilómetros, sem paragens, ao longo do Rio Zêzere, em apenas 15 horas.

A atleta do Juventude Atlântico Clube dos Salesianos tem como objetivo tornar-se na primeira pessoa a dar a volta à Ilha da Madeira, a nado, um total de 144 quilómetros em três dias e duas noites.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.