Um investimento no râguebi na China de 91 milhões de euros, tendo em vista o seu desenvolvimento no país asiático, foi esta quarta-feira anunciado, em Xangai, pela federação internacional (WR) e o grupo chinês Alibaba Group,

O diretor executivo da WR, Brett Gosper, destacou que o protocolo estabelecido entre as entidades visa “aumentar a família mundial da modalidade”, classificando o território chinês como “essencial” para tal.

Além do organismo que tutela o râguebi mundial e o Alibaba Sports Group, a Federação Chinesa de Râguebi está igualmente incluída na estratégia de promoção deste desporto, que terá a duração de 10 anos.

Zhang Dazhong, diretor executivo da Alibaba Sports Group, considera que o râguebi tem um “indiscutível potencial” e acredita que pode-se tornar num “desporto de massas” em solo chinês.

“Iremos trabalhar incansavelmente para promover o desenvolvimento do râguebi na China”, frisou o administrador.

Nos últimos 12 meses, houve um incremento de 40% de jogadores da modalidade na China, totalizando cerca de 80.000 chineses e, de acordo com os responsáveis pelo projeto, está planeada a atração de um milhão de futuros praticantes até 2020.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.