Em jogo da 11ª Jornada do Campeonato Nacional da Divisão de Honra 2013-2014, o CDUL recebeu no Estádio Universitário de Lisboa o Belenenses, num encontro que marcou o regresso à actividade na prova no novo ano.
Apesar de limitada nos três-quartos, onde as lesões lhe tiraram vários titulares, foi por intermédio do segundo centro António Vieira de Andrade, que a equipa do Restelo abriu o marcador, com um ensaio não convertido. 
Sem receios da reforçada linha avançada do Belém, o pack do CDUL mostrou-se forte e criou, aos vinte minutos, na sequência de um alinhamento bem captado, uma oportunidade de ensaio que Gonçalo Foro, ponta internacional português, a dar um apoio aos avançados, não desperdiçou.
O difícil pontapé de conversão do defesa Tomás Noronha saiu um pouco ao lado do poste direito, deixando o jogo empatado a 5.
O Belenenses, que dominava a espaços a partida, teve a liderança nos pés do médio de abertura Manuel Costa. Como este falhou um pontapé de penalidade, foi o CDUL a passar para a frente do marcador, graças a uma penalidade frontal de Tomás Noronha, que fez o 8-5, resultado que se manteve até final da primeira parte.
A segunda parte começou com o quinze da casa em superioridade numérica, graças a um cartão amarelo (e subsequente suspensão por 10 minutos) de Manuel Costa. Durante este período, os Universitários aproveitaram bem a sua vantagem e o talonador Duarte Foro, irmão do Lobo Gonçalo Foro, marcou o segundo ensaio da equipa, facilmente convertido.
Com o jogo em controlo, o CDUL produziu o melhor rugby do dia num ensaio de costa a costa em que Seti Filo e João Almeida estiveram muito envolvidos, ajudando a circular a bola à ponta onde, em voo, Tomás Noronha, selou o destino do Belenenses e a vitória do seu quinze.
Impulsionados por uma forte linha avançada e por um regressado William Hafu, que fez de tudo um pouco no conjunto azul, o Belenenses partiu em busca do seu segundo ensaio, que após alguns rucks nos 22 metros do CDUL, Salvador da Cunha, conseguiu marcar. 
A conversão deste ensaio deixou o Belém a doze pontos da vitória mas até final este foi incapaz de reduzir a diferença no marcador. No fim dos 80 minutos, o CDUL venceu sem um ponto bónus e manteve-se no 4º lugar enquanto o Belenenses, com esta derrota e sem ter feito o ponto bónus defensivo, ficou quatro pontos acima do 6º classificado, o Cascais.
Resultado Final
CDUL 23 (3 ensaios, 1 conversão e 2 penalida

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.