Um magnífico ensaio de Manuel Murteira, aos 64 minutos, abriu hoje caminho à conquista da Supertaça de râguebi por parte de Agronomia, equipa que superou o favorito Direito por 17-9.

Os jogadores da Tapada da Ajuda colocaram assim um ponto final numa série de três vitórias consecutivas na Supertaça por parte dos rivais, que nos últimos anos têm dominado o panorama da modalidade - na última época fizeram o pleno ao arrebatarem o Nacional da I Divisão, a Taça de Portugal, a Taça Ibérica e a Supertaça.

Agronomia surgiu sobre o relvado do Jamor com maior ousadia atacante, empurrando o Direito para o seu meio-campo, acabando por inaugurar o marcador através de uma penalidade convertida por José Rodrigues aos 27 minutos.

Mas a equipa de Direito reagiu bem e logrou o empate já no final da primeira parte, também através de uma penalidade marcada por Nuno Sousa Guedes.

Na segunda parte os tricampeões nacionais entraram a ‘matar', com mais duas penalidades convertidas por Nuno Sousa Guedes, que colocou o resultado em 9-3 aos 62 minutos.

Parecia que a formação de Direito ia arrancar para mais um triunfo quando, após um ‘sprint' de cerca de 40 metros, Manuel Murteira fez o primeiro ensaio da partida e deu a volta ao jogo.

A resistência do Direito caiu e a equipa de Agronomia ainda teve ensejo de fazer mais um ensaio e converter as respetivas transformações, acabando por conseguir um sucesso relativamente confortável e que não traduz o equilíbrio verificado ao longo do duelo, que chegou a ser bastante quezilento.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.