O surfista português Afonso Antunes foi hoje relegado para a repescagem da etapa portuguesa do circuito mundial de surf, em Peniche, ao terminar a sexta bateria da primeira ronda no terceiro e último lugar.

Afonso Antunes, convidado pela organização para a terceira etapa do circuito principal da Liga Mundial de Surf (WSL), não apanhou nenhuma onda pontuável no ‘heat’ de estreia entre a elite, disputada frente ao japonês Kanoa Igarashi (9,33 pontos), vice-campeão olímpico em Tóquio2020, e o australiano Callum Robson (8,84).

Antes, na quinta bateria da ronda inaugural do MEO Pro Portugal, a primeira do segundo dia de competição em Peniche, o brasileiro Filipe Toledo assegurou a passagem à 'ronda dos 32' com uma pontuação de 8,20, acompanhado pelo francês Justin Becret (que também recebeu um convite para o evento), com 6,23, ao passo que o australiano Connor O’Leary também vai à repescagem.

Face às difíceis condições do mar causadas pela maré demasiado vazia, a organização decidiu colocar a prova em espera, marcando nova chamada para as 11:50.

A expectativa é que a prova seja reatada ao meio-dia (na quinta-feira foi esta a hora em que começou a competição), com o português Frederico Morais a ser o primeiro a entrar na água, na sétima bateria, frente ao norte-americano Conner Coffin e ao brasileiro Caio Ibelli.

O período de espera do MEO Pro Portugal presented by Rip Curl, na Praia de Supertubos, em Peniche, começou na quinta-feira e prolonga-se até dia 13 de março.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.