A Federação Internacional de Surf (ISA) anunciou hoje que recebeu um “importante” apoio financeiro do Comité Olímpico Internacional (COI), face ao “momento difícil” vivido durante o período de pandemia de covid-19.

Através de um comunicado, o presidente do organismo mostrou-se satisfeito pelo auxílio prestado, considerando que só com solidariedade é possível derrotar a pandemia e ultrapassar os danos económicos causados.

“A solidariedade é outra maneira pela qual o amor por tudo o que fazemos e representamos ganha vida. Somente com solidariedade derrotaremos a pandemia e as consequências económicas”, declarou Fernando Aguerre.

Na mesma nota, o presidente lembra que a ISA é uma federação internacional “pequena e autofinanciada, com recursos limitados, que trabalha muito para obter um nível olímpico e para atender às altas expectativas e exigências”, salientando que o “conhecimento valioso desenvolvido até então vai ser preservado graças à contribuição do COI”.

O organismo encara a contribuição como “um investimento no futuro coletivo”, garantindo um “total compromisso para alcançar o sucesso do surf olímpico a longo prazo”, nomeadamente em Tóquio2020, que foi adiado para 2021 devido à pandemia, e Paris2024.

Por fim, agradeceu ao COI “a liderança forte e determinada neste momento difícil de pandemia”, reforçando que apoio o concedido “vai permitir continuar a servir os atletas e o desporto”.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, suspensas, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América - ou mesmo canceladas.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 477 mil mortos e infetou mais de 9,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.