A organização do Meo Rip Curl Pro Portugal, da 10.ª e penúltima etapa do circuito mundial de surf, decidiu hoje cumprir um dia de espera na prova a disputar em Peniche até dia 31.

Depois de conferir as condições do mar na praia de Supertubos, a organização do campeonato decidiu agendar nova chamada para sábado, às 07:45, para um possível início da competição.

A prova vai arrancar com a ronda entre o australiano Julian Wilson, o brasileiro Caio Ibelli e o italiano Leonardo Fioravanti, antes de o havaiano John John Florence, campeão do mundo e líder do circuito, defrontar o compatriota Mason Ho e o norte-americano Kanoa Igarashi, no sexto ‘heat'.

Antes, na quinta bateria, entra em prova o ‘wild card' português Vasco Ribeiro, que foi terceiro na prova penicheira em 2015, frente ao sul-africano Jordy Smith, segundo do ‘ranking', e ao brasileiro Italo Ferreira, 23.º.

Frederico Morais, 13.º da hierarquia, vai disputar o 12.º e último ‘heat', com o australiano Mick Fanning, campeão do mundo em 2007, 2009 e 2013 e atual 12.º do ‘ranking', e com o brasileiro Ian Gouveia, 25.º.

John John Florence é o único com possibilidades de conquistar o título mundial nas ondas portuguesas, necessitando de vencer em Peniche e esperar que Jordy Smith não chegue aos quartos de final, podendo assegurar a vitória no circuito se chegar à final, desde que o sul-africano não chegue à quinta ronda.

Em disputa vai estar ainda o título de melhor estreante do ano, uma hierarquia liderada pelo português Frederico Morais, 13.º classificado do circuito, com 26.400 pontos, mais 1.200 pontos do que o australiano Connor O'Leary, 15.º colocado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.