O Comité Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Paris2024 e a Polinésia Francesa formalizaram hoje os acordos para que o território acolha as competições de surf dos Jogos, que se realizam dentro de dois anos.

Os acordos assinados, que preveem a realização das competições na zona de Teahuppo, famosa pelas suas ondas tubulares, contemplam as áreas de infraestruturas, segurança e passagem da chama olímpica pelo território dependente de França.

“Vamos fazer um evento que esteja à altura das expectativas”, afirmou Edouard Fritch, presidente da Polinésia Francesa, garantindo que a população, que tem manifestado alguns receios com o impacto do evento, está preparada.

“Somos uma pequena ilha perdida no Pacífico, que vai sediar os Jogos Olímpicos. É extraordinário. Tivemos de convencer a população, foi isso que fizemos. Todos os olhos estarão postos em nós”, referiu.

Tony Estanguet, presidente do comité Paris2024, que chefia a delegação que se encontra na Polinésia Francesa mostrou-se bastante satisfeito com a formalização dos acordos e afirmou: “O atleta que for campeão olímpico vencerá numa onda mítica”.

O surf integrou pela primeira vez o programa olímpico nos Jogos Tóquio2020, que se realizaram em 2021 devido à pandemia de covid-19.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.