Os portugueses Vasco Ribeiro e Frederico Morais confirmaram o estatuto de favoritos e entraram a vencer no Pro Santa Cruz, etapa de categoria 3000 do circuito mundial de qualificação (QS) da World Surf League (WSL).

Ainda com condições difíceis, mas já a oferecer algumas oportunidades aos competidores, Vasco Ribeiro competiu logo no primeiro 'heat' da manhã, tendo efetuado 12.23 pontos (num total de 20 possíveis), deixando para trás o francês Paul Cesar Distinguin (segundo), o sul-africano Slade Prestwich e o irlandês Gearoid McDaid.

“Não quero deixar tudo para o fim, como no ano passado. Tive alguns bons resultados, mas não consegui ser consistente suficiente e fiz alguns erros durante o ano. Em 2019, quero começar forte e manter o ritmo. Já tenho alguma experiência no QS e agora é apenas tratar de fazer um ano consistente”, disse Vasco Ribeiro, após o 'heat'.

Frederico Morais foi segundo classificado no seu 'heat' com 9.80 pontos, tendo ficado atrás do espanhol Andy Criére, mas à frente do norte-americano John Mel e do francês Ugo Robin.

Tanto Vasco Ribeiro como Frederico Morais vão agora competir na quinta ronda. Ribeiro vai ter pela frente o francês Tim Bisso e os brasileiros Theo Fresia e Vítor Mendes, enquanto Morais disputará um lugar na fase seguinte contra o australiano Mitch Crews, o brasileiro Lucas Silveira e o espanhol Ruben Vitoria.

Eliminados hoje da competição foram os portugueses Guilherme Fonseca e Nic Von Rupp.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto