Os três representantes masculinos da seleção portuguesa, Guilherme Ribeiro, Guilherme Fonseca e Frederico Morais, passaram hoje à terceira ronda dos Jogos Mundiais da Associação Internacional de Surf (ISA), em Huntington Beach, nos Estados Unidos.

O primeiro a entrar na água foi Guilherme Ribeiro, que ficou em terceiro na sexta bateria da ronda dois, sendo relegado para as repescagens, onde assegurou a continuidade na prova com 10,33 pontos (em 20 possíveis), sendo o primeiro classificado no 'heat' seis, à frente de Che Allan (9,63), dos Barbados, Swen Zaugg (5,67), da Suíça, e Dimitri Papavassilou (3,00), da Grécia.

Já Guilherme Fonseca e Frederico Morais garantiram a passagem direta à terceira ronda ao alcançarem o segundo lugar das respetivas baterias, nona e 13.ª, respetivamente.

Fonseca fez 13,60 pontos, apenas superado por Malakai Martinez, da Costa Rica, com 14,00, e acima de Dhany Widianto (10,30), da Indonésia, e de Zihao Wu (6,13), da China.

Por seu turno, Frederico Morais, alcançou 10,83, abaixo do norte-americano Kolohe Andino (13,60), mas superando o venezuelano Rafael Pereira (9,97) e o espanhol Ruben Victoria (6,96).

Além dos três representantes masculinos, que competiram nos dois primeiros dias da prova, o selecionador português David Raimundo conta com as atletas olímpicas Yolanda Hopkins, vice-campeã mundial em 2021, Teresa Bonvalot, medalha de bronze no ano passado, e Francisca Veselko no quadro feminino.

Portugal luta pelo primeiro título mundial nos Jogos Mundiais de Surf da ISA e pelas primeiras duas vagas para os Jogos Olímpicos Paris2024, com a prova a decorrer na Califórnia até 24 de setembro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.