Portugal ficou hoje sem qualquer representante no Campeonato do Mundo de ténis de mesa, depois de Tiago Apolónia e João Monteiro terem sido afastados na prova de pares em Houston, Estados Unidos.

Frente aos chineses Lin Gaoyuan e Liang Jingkun, do top-10 mundial, a dupla lusa perdeu por 3-1, pelos parciais de 9-11, 11-9, 8-11 e 4-11.

O desempenho luso no evento sofreu um forte revés esta madrugada, quando Marco Freitas, João Monteiro e João Geraldo foram eliminados do torneio de singulares, à segunda ronda.

Marcos Freitas, 24.º do ‘ranking’ mundial, perdeu 1-4 com o alemão Duda Benedikt, 45.º, pelos parciais de 9-11, 9-11, 9-11, 11-9 e 4-11.

João Monteiro, 77.º da hierarquia mundial, que tinha a tarefa mais difícil, pois defrontou o brasileiro Hugo Calderano, quarto do ‘ranking’, foi afastado também com uma derrota por 1-4, com os parciais de 11-8, 4-11, 5-11, 2-11 e 6-11.

O terceiro ‘sobrevivente’ português da primeira ronda, João Geraldo, 84.º do ‘ranking’, caiu ante o francês Simon Gauzy (18.º), por um resultado mais equilibrado, por 3-4, com 11-9, 9-11, 11-9, 4-11, 11-8, 11-13 e 7-11.

Tiago Apolónia tinha-se ficado pela primeira ronda de singulares, tal como Leila Oliveira e Shao Jieni, igualmente de fora no primeiro embate de pares. Em equipas mistas, Tiago Apolónia e Shao Jieni também caíram no obstáculo inicial.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.