A tenista britânica Francesca 'Fran' Jones, que nasceu com quatro dedos em cada mão, qualificou-se para o seu primeiro torneio de Grand Slam, ao vencer a chinesa Lu Jia-jing na última ronda de qualificação para o Open da Austrália.

Fran Jones, de 20 anos, afetada por uma anomalia do desenvolvimento embrionário, que a fez nascer apenas com oito dedos nas mãos e sete nos pés, derrotou Lu com facilidade, por 6-0 e 6-1.

"A minha síndrome é muito rara. É complicada porque há muitos sintomas. Os meus são que tenho três dedos no pé direito, quatro no esquerdo e quatro em cada mão. Os médicos disseram-me que eu não poderia jogar ténis. E a minha reação foi: 'Já que vocês disseram isso, vou provar-vos que estão errados", explicou a jovem tenista em entrevista publicada no site da Federação Internacional de Tênis (ITF).

Com este triunfo sobre Lu, mais veterana (31 anos) e que ocupa uma posição melhor no ranking (número 200), a tenista nascida em Leeds, número 241 do mundo, entrou no seu primeiro torneio de Grand Slam, o Open da Austrália, que começa no dia 8 de fevereiro.

Depois de eliminar a romena Monica Niculescu (144ª da WTA, ex-top 30) na primeira ronda de qualificação deste torneio que se realiza no Dubai devido as restrições sanitárias na Austrália, a britânica venceu depois a croata Jana Fett (209ª)

Até agora, Fran Jones, que tem a ambição de "se tornar num grande nome no desporto", tido sido eliminada duas vezes na primeira ronda de qualificação de Wimbledon em 2018 e em 2019.

A doença genética de Francesca 'Fran' Jones é uma forma de ectrodactilia, que se caracteriza por uma malformação dos membros, e gera "um grande problema de equilíbrio".

"Quando se tem menos dedos, fica mais difícil colocar peso nos pés", explica, especificando que por causa da doença, tem maior risco de contrair lesões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.