O japonês Kei Nishikori, 30.º classificado do ‘ranking' ATP, anunciou hoje estar infetado com covid-19, razão pela qual desistiu de participar no Masters 1.000 de Cincinnati, que vai decorrer de 22 a 28 de agosto, em Nova Iorque.

"Tenho más notícias para anunciar. Esta manhã, na Flórida, fiz um teste de rastreio à covid-19, que apresentou resultado positivo. Por essa razão, não poderei participar no torneio de Cincinnati", informou o tenista, através do seu sítio oficial na Internet.

Nishikori revelou que vai fazer outro teste de rastreamento na sexta-feira e confessou que se encontra "bem" e com "poucos sintomas", estando agora em isolamento "para prevenir a segurança de todos".

Desta forma, está em dúvida a participação do tenista nipónico no US Open, o segundo torneio do ‘Grand Slam', que vai realizar-se entre 31 de agosto e 13 de setembro.

Em 2014, Nishikori disputou a final do US Open, perdida para o croata Marin Cilic, e em 2015 atingiu o quarto lugar do ‘ranking' ATP.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.