O sérvio Novak Djokovic, número um mundial e detentor do título, qualificou-se esta sexta-feira pela quarta vez para a final do torneio de ténis de Wimbledon, em Londres, ao derrotar o francês Richard Gasquet, por 7-6 (7-2), 6-4 e 6-4.

Vencedor em 2011 e 2014, Djokovic precisou de duas horas e 20 minutos para eliminar Gasquet, 20.º do 'ranking' mundial, que procurava alcançar na relva de Wimbledon a primeira presença numa final de um torneio do 'Grand Slam'.

Na final, agendada para domingo, Djokovic vai enfrentar o vencedor do encontro entre o suíço Roger Federer, número dois do mundo e sete vezes vencedor em Wimbledon, e o britânico Andy Murray, terceiro do 'ranking' e uma vez campeão no All England Club.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.