Os tenistas Frederico Silva e Nuno Borges garantiram hoje a passagem às meias-finais do Campeonato Nacional Absoluto, que está a decorrer no complexo desportivo do Monte Aventino, enquanto Gastão Elias foi eliminado por João Monteiro.

Frederico Silva, primeiro cabeça de série e 193.º colocado mundial, não encontrou grandes dificuldades no encontro dos quartos de final para ultrapassar Daniel Batista, de 21 anos, em dois ‘sets’, por duplo 6-2, e assegurar a continuidade em prova.

“Hoje os parciais foram um bocadinho mais fáceis do que ontem [na quinta-feira]. Senti que o meu corpo já está mais habituado às condições de jogo, tanto ao campo como às bolas, e isso também ajudou, assim como o facto de ter jogado durante a tarde e não à noite”, explicou o tenista, de 25 anos.

Garantido o triunfo, o esquerdino das Caldas da Rainha vai defrontar nas meias-finais Tiago Cação, que precisou apenas de uma hora e dois minutos para derrotar Luís Faria em duas partidas, por 6-2 e 6-0.

“A vitória no Campeonato Nacional seria um bom resultado para mim, mas vou tentar jogar encontro a encontro e ver como está o meu corpo amanhã [no sábado] e continuarei a jogar enquanto as dores não aumentarem e a minha lesão [anca esquerda] não agravar”, defendeu, acrescentado que nas meias-finais os jogadores “estão mais motivados do que nas primeiras rondas”, referindo-se a Cação.

Já a outra meia-final do torneio dotado de 20 mil euros em prémios monetários, organizado pela Federação Portuguesa de Ténis (FPT), colocará no sábado frente a frente Nuno Borges (599.º ATP) e João Monteiro.

O campeão de duas etapas do Circuito Sénior da FPT, em Vale do Lobo e Figueira da Foz, impôs-se a Daniel Rodrigues, por 7-5 e 6-1, em uma hora e 39 minutos, enquanto João Monteiro eliminou o segundo cabeça de série, Gastão Elias, pelos parciais de 6-2 e 7-5, em uma hora e 31 minutos.

“Estou cansado, depois do dia de ontem [quinta-feira] não foi fácil recuperar. Além disso, também não é fácil preparar um encontro em que teoricamente o adversário não está nas melhores condições, mas acho que entrei bem, disponível, a colocar a bola sempre nos espaços vazios e acho que isso deu frutos”, reconheceu Monteiro, campeão nacional em 2016 e 2018, que na quinta-feira precisou de duas horas e 48 minutos para afastar Duarte Vale em três ‘sets’.

Na competição feminina, as meias-finais serão disputadas pelas quatro primeiras cabeças de série, Francisca Jorge, Inês Murta, Maria Inês Fonte e Ana Filipa Santos.

Depois de ultrapassar Bárbara Balancho, por 6-0 e 6-1, a tricampeã nacional vai medir forças com Ana Filipa Santos, ao passo que Inês Murta eliminou Madalena Amil, por duplo 6-0, para marcar encontro com Maria Inês Fonte, que precisou de três partidas para derrotar Sara Lança, por 6-0, 3-6 e 6-4.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.